O Big Brother Brasil (BBB) é o reality show mais famoso do Brasil e conquista a atenção dos telespectadores a cada nova temporada. Em 2017, o BBB17 reuniu mais uma vez diversos participantes que buscavam o prêmio milionário e a fama que vem com o programa. Além dos dramas, romances e conflitos, um dos destaques da edição foi a eleição do irmão favorito.

A cada semana, o público votava em seu participante favorito e, ao final do programa, o brother mais votado era eleito como o irmão favorito do BBB17. O título era importante pois garantia ao vencedor o prêmio de R$10 mil e a admiração dos fãs do programa. Ao longo da temporada, diversos participantes se destacaram na corrida pelo título, mas um deles se destacou mais que os demais.

Em uma edição marcada pela diversidade de personalidades e conflitos, o irmão favorito do BBB17 foi Marcos Harter. Médico, com 37 anos na época, ele logo atraiu a atenção do público por sua postura autoritária e suas opiniões fortes. Mesmo com uma trajetória turbulenta no programa - que incluiu um relacionamento conturbado com Emilly Araújo e uma expulsão controvérsia - Marcos conquistou o título por 62,79% dos votos.

A popularidade de Marcos foi determinante para a vitória no título de irmão favorito. O médico contava com uma legião de fãs nas redes sociais, que o defendiam e o elogiavam mesmo em meio às polêmicas. Além disso, ele soube construir uma imagem de herói perseguido, o que fez com que muitos espectadores o escolhessem como seu participante favorito.

No entanto, a popularidade de Marcos também teve um efeito negativo sobre sua trajetória no programa. Alguns participantes se sentiram intimidados pelo apoio de seus fãs e acabaram optando por votar nele em situações de paredão, mesmo sem concordar com a sua eliminação. Isso fez com que Marcos fosse eliminado do programa em um paredão triplo, após uma votação apertada contra Emilly e Ilmar.

Como se vê, a popularidade pode ser uma faca de dois gumes no BBB. Se por um lado é importante ter fãs que votem em você e o defendam nas redes sociais, por outro essa mesma popularidade pode gerar rejeição por parte dos participantes e levar à sua eliminação do programa. O irmão favorito do BBB17 foi um exemplo claro disso, mostrando como o jogo pode ser influenciado por fatores externos e imprevisíveis.

Em resumo, o irmão favorito do BBB17 foi Marcos Harter, que conquistou a admiração do público por sua personalidade forte e suas opiniões polêmicas. Sua vitória no título foi uma mostra da importância da popularidade no programa, mas também evidenciou como ela pode afetar negativamente a trajetória dos participantes. No mundo do BBB, ser popular nem sempre é sinônimo de sucesso.